Meu Perfil
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens
Parceria
Acompanhantes Brasilia Travestis

MegaTopsBrasil

Travestis RJ - Rio de Janeiro
ACESSO RÁPIDO
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Votação

Conheci o TRANSGRESSÃO através de:

34% 34% [ 85 ]
40% 40% [ 99 ]
8% 8% [ 20 ]
4% 4% [ 11 ]
0% 0% [ 1 ]
10% 10% [ 24 ]
4% 4% [ 10 ]

Total dos votos : 250


Trans operadas (dúvidas)

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Convidado em Ter Nov 17, 2015 11:39 pm

Já disse que dá próxima eu faço e te digo. Por enquanto acho que é o mais próximo que você vai conseguir de uma resposta :lol: :lol: :lol:

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Convidado em Ter Nov 17, 2015 11:47 pm

Com o texto que reproduzo abaixo peço minhas desculpas, Beatriz e Faceroller me fizeram ir atrás e perceber que eu estava na fase da rejeição, por sorte passei hoje a fase da aceitação e adotarei esta postura em meus futuros textos. Sorry.... Embarassed


"A verdade cisgênero
Postado em: 28/01/2015 por: Autoras Convidadas
Texto de Jaqueline Gomes de Jesus.

Tentarei escrever da maneira mais didática possível.

Foi uma sacada excelente a de quem, lá pelos anos 2000, resolveu utilizar a palavra “cisgênero” para se referir a pessoas não-trans. Logo foi adotada, às vezes como “cissexual” (dizem que o primeiro a cunhá-la foi o sexólogo, físico e sociólogo alemão Volkmar Sigusch), por autoras como Julia Serano, além de militantes — especialmente as transfeministas — e acadêmicos anglófonos.

Para as pessoas transgênero bem informadas, sempre soou estranho, por exemplo, chamar pessoas não-trans de “heterossexuais”, óbvia analogia a “homossexuais” (reafirmando a confusão comum entre orientação sexual e gênero). Nem toda pessoa trans é homossexual, e nem toda pessoa que não é trans é heterossexual.

Particularmente para as pessoas trans transfeministas (não estou sendo redundante), sua experiência de vida, e o conhecimento que tinham de como o termo “transgênero” — originalmente criado por pessoas cisgênero que objetivavam o controle sobre corpos — ou “trans” era usado, mostravam-lhes que, no dia-a-dia, mais que ser tão-somente uma marca aplicada às pessoas que não se identificam com o gênero que lhes era imposto socialmente; por parte das pessoas que não são trans, ao se reconhecerem como tais, a definição do outro como trans não era acompanhada de um posicionamento grupal frente a essa construção social chamada “gênero”.

Quero dizer, as pessoas não-trans não percebiam que também tinham identidade de gênero; e que detinham privilégios em função disso.

Constatou-se que era politicamente necessário, para a humanização das pessoas trans e para a aproximação das pessoas não-trans com os debates em pauta, que estas pudessem ser nomeadas positivamente (isto é, que se vissem além de um “não”).

Trans significa além. Logo, sabendo-se que o seu antônimo “cis” significa “deste lado”, criou-se, por contraposição, a palavra “cisgênero”, aplicada às pessoas que se identificam com o gênero que lhes foi imposto socialmente.

Eis uma ideia que se insurge contra saber aceito e compartilhado acerca das identidades de gênero. Mais que uma palavra, cisgênero é um posicionamento. E ressalte-se, quando falamos em “cisgeneridade” estamos nos referindo a uma identidade social, e não apenas a uma expressão de gênero.

No Brasil, ele vem sendo progressivamente utilizado, não apenas por transfeministas, e com uma surpreendente velocidade de apropriação. Nesse ritmo, notam-se algumas reações contrárias à sua adoção, que por vezes são emotivas e chegam ao rechaço.

Se parte das críticas advém de grupos que advogam a abolição de identidades, sob a influências daS TeoriaS Queer, e temem que se possam estar marcando novos estigmas (discordo, conhecendo os estudos feitos no campo dos estigmas desde Erving Goffman. As palavras estigmatizantes decorrem de estigmas que as antecederam na estrutura social, e não vice-versa); e outra de quem não se sente incluído nessa categoria (poderá vir a se sentir, quem sabe); uma parcela, sinceramente, aporta de quem duvida que pessoas trans possam dizer verdades ou encarná-las.

Posso estar enganada, mas compreendo que estamos em uma fase de repúdio da verdade cisgênero.

O filósofo alemão Arthur Schopenhauer escreveu que toda nova verdade passa por três estágios: (1º) ridicularização, (2º) rejeição e, por fim, aceitação.

“Isso é um absurdo”! A verdade da cisgeneridade não é mais tida como trivial, o que leva à ridicularização. Essa etapa ocorreu, quando era ideia era alvo de críticas superficiais e costumeiramente mal-educadas por parte de usuários da internet, alguns militantes sociais.

Suponho que certas pessoas discordam do termo “cisgênero” ou “cis” por pensarem que ser trans é apenas uma questão de aparência, e não percebem que ser cis é, igualmente, apresentar uma aparência, mas que essas aparências são oriundas de formas de se colocar no mundo e de ser (ou não) reconhecidas.

Foi superado esse momento (sou otimista). Quem critica hoje argumenta, não apenas vocifera ou defende o senso comum preconceituoso.

“Isso é verdadeiro, porém perverso ou desnecessário”! Assim, a verdade cisgênero é questionada, tida como anti-dogmática frente às concepções científicas prevalecentes sobre gênero. Um paradoxo para a pós-modernidade, não? Existem bíblias para além da Bíblia…

Parece-me uma transição rápida, entre ridicularização e rejeição. Os defensores do uso do termo seguem lutando pelo seu reconhecimento, e se a suposição de Schopenhauer estiver correta, em breve leremos e ouviremos, até mesmo por quem se opôs, que “transgênero” e “cisgênero” — apesar das sombras e borrões que existem entre eles — são verdades auto-evidentes: “Isso sempre foi verdade, eu sempre disse que era uma boa ideia”!

No dia em que pessoas trans tiverem os mesmos privilégios das cis, aí sim esses termos não terão mais sentido. Por enquanto, isso está bem longe de acontecer.

Autora
Jaqueline Gomes de Jesus é psicóloga, com doutorado em Psicologia Social, do Trabalho e das Organizações pela Universidade de Brasília. Escreve no blog Jaqueline J."

Retirado do site "Blogueiras Feministas"

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Beatriz Aoki em Qua Nov 18, 2015 12:00 am

Sem problemas, Space Ghost, fico feliz que tenha ido procurar informações e fico feliz também que venha a adotar os termos. happ
avatar
Beatriz Aoki
Boneca Charmosa

Mensagens : 257
Data de inscrição : 21/12/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Convidado em Qua Nov 18, 2015 8:16 am

errrr!!!! bounce bounce
kkkkkk gostei dessa aí, já pensou se eu como um matemático ficasse chateado com as pessoas chamando o ROMBOEDRO RETO-RETÂNGULO  de CUBO... fool:
Mas eu gostei das informações debatida pelos dois (Beatriz e Space Ghost), até então eu achava q o nome mais correto seria TRANS mesmo. aplause
Voltando ao assunto eu tb tenho muita curiosidade de ficar com uma trans operada, só pra ver como é que é!!!
Acredito tb q se não tiver o devido cuidado com a higiene deve dar mau cheiro sim, o que é normal em uma Xoxota mal cuidada.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Ananda Morais em Qua Nov 18, 2015 2:00 pm

Mal cheiro????

kkkkkkk

Vcs se baseiam em algum relato de alguem que ficou com alguma que no mínimo era uma porca

e já fica achando que todas são iguais.

Não tem cheiro algum anjinho. Mal cheiro tem o cu de onde sai merda e vcs faltam entrar lá dentro pra sugar até o suco gástrico kkkkk

e vem aqui falar que buceta de trans tem mal cheiro. Ai por favor.
avatar
Ananda Morais
Boneca Charmosa

Mensagens : 52
Data de inscrição : 17/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Convidado em Qua Nov 18, 2015 6:53 pm

Médico-Pastor Jajá: "Se você lava a mão e o pé, por que não lava o cu?"

https://www.youtube.com/watch?v=RVMxe_QQ3Fc&feature=player_embedded


Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Sueco em Qui Nov 19, 2015 7:32 pm

Tô curioso pra ver uma buceta de trans operada.
Mas ñ vou chupar ñ.
Ando meio grilado com esse lance do cheiro.
Prefiro ñ arriscar.
Vcs foram mto bacana cmg.
Gente, obrigadão msm!!!!
avatar
Sueco
Bonequeiro
Bonequeiro

Mensagens : 318
Data de inscrição : 11/09/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Henrico em Qui Nov 19, 2015 9:00 pm

Já fiquei com uma trans operada há uns 10 anos atrás... eu tinha uns 19 anos mais ou menos e nem percebi. Eu não sabia q ela era trans, na verdade eu nunca tinha saído com uma até então, mantemos contato, saímos algumas vezes e só depois descobri. Talvez por eu ser muito novo e ela ser muito feminina e ter "buceta" eu nem desconfiei. É igual a transar com uma mulher biológica, é um pouco mais apertado e ela sempre colocava gel para penetração.

E como uma buceta biológica, se não lavar, se tiver um corrimento, lógico que vai ter um cheirinho. Então se a mulher biológica ou mulher trans operada cuidar da higiene acho q NÃO terá mau cheiro.
avatar
Henrico
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 15
Data de inscrição : 04/10/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  safadao44querotodas em Sex Nov 20, 2015 1:29 pm

Temos uma trans operada no assunto agora. Se tem curiosidade, sai com ela e confere!
avatar
safadao44querotodas
Colaborador Especial
Colaborador Especial

Mensagens : 613
Data de inscrição : 18/02/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Fabio-BSB em Sex Nov 20, 2015 5:36 pm

não eh mais fácil chamar a pessoa pelo nome? kkkk respeitando a opinião de todos eu prefiro sem ser operada, senão perde a graca, mas acho que o importante eh gozar... se vc gozou e tá gozando eh isso que importa.
avatar
Fabio-BSB
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  safadao44querotodas em Sex Nov 20, 2015 9:00 pm

Fábio Bsb,
O assunto é sobre trans operada e não de determinada pessoa. Leia as mensagens anteriores, grato.
avatar
safadao44querotodas
Colaborador Especial
Colaborador Especial

Mensagens : 613
Data de inscrição : 18/02/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Fabio-BSB em Seg Nov 23, 2015 8:50 pm

E eu quis dizer sobre chamar as pessoas no geral pelo nome, não uma pessoa específica, abraço
avatar
Fabio-BSB
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 29
Data de inscrição : 21/09/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Trans operadas (dúvidas)

Mensagem  Dr. Armando Komeku em Seg Dez 21, 2015 8:59 pm

Caros parceiros:

O Transgressão valoriza tanto o trabalho das Bonecas, quanto o das Trans Operadas.  :aprovado: Isso pode ser constatado pela existência de subfóruns específicos em Bonecas Operadas do DF e de GO. Nos demais Estados, consta no cabeçalho dos tópicos a citação (Operada).

Nos tópicos abertos, é terminantemente proibido que sejam realizados (serão excluídos, de imediato, para não causar constrangimentos) quaisquer tipos de comentários ofensivos, depreciativos ou comparativos com sua fase pré-operatória (ou seja, quando possuía pênis). O que precisa ser realçado é a situação atual das gurias (com pênis redesignado ou transformado), sem ficar se prendendo com detalhes de coisas ultrapassadas.

No entanto, os posts anteriores são mantidos; foi um período que não pode ser desprezado e traz vantagens para aquelas que sempre pautaram por bons atendimentos e por uma conduta confiável.  happ É a mesma pessoa, tem o mesmo CPF, a filiação não foi alterada...  face

Se ela possui um histórico favorável como Boneca, sempre integrou a relação Lista Branca e agia como um ser humano de bom caráter, certamente não mudará seu comportamento como TRANSEXUAL OPERADA.  happ

Não discriminamos as escolhas e as preferências das pessoas, nem desvalorizamos as “bonecas” operadas!

Curte transar com as operadas? Meteu e ficou viciado nelas? Tem curiosidade e quer experimentar? Quer dar uma chupada na xotinha? Gostaria de provar o gozo dela?...  Vai em frente, marca o programa e relata pra nós.  :aprovei:

21 Dez 2015 / Moderação / DrAK

_________________
Procurando sempre tratar as pessoas com respeito e consideração.
avatar
Dr. Armando Komeku
Moderador
Moderador

Mensagens : 4088
Data de inscrição : 21/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum