Meu Perfil
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Parceria
Acompanhantes Brasilia Travestis

MegaTopsBrasil

Travestis RJ - Rio de Janeiro

HDVideosTravestis

TravestiComLocal

The Models

A Mais Bela Travesti

GPGBH

Votação

Conheci o TRANSGRESSÃO através de:

34% 34% [ 85 ]
43% 43% [ 105 ]
9% 9% [ 22 ]
10% 10% [ 25 ]
4% 4% [ 10 ]

Total dos votos : 247


Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Mensagem  Convidado em Qui Set 18, 2014 10:31 pm

Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Puta que pariu!! Que palhaçada!! Como eu queria estar lá na hora para colocar esses seguranças no lugar deles... fiquei indignado lendo!! Processem mesmo meninas!! evil evil

PS: a Marie Flora tava BEM GOSTOSA nas fotos hein!! Quando sair comigo quero desse jeito, com uma sainha bem justinha assim Very Happy :love:

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Mensagem  Dr. Armando Komeku em Sex Set 19, 2014 1:33 am

Que absurdo!  Twisted Evil

Como soube dessa notícia, Suminers? Jornal, DFTV, papo de bonecas...  scratch

Qual foi o shopping do DF? Por favor, conta aí pra nós.

_________________
Procurando sempre tratar as pessoas com respeito e consideração.
avatar
Dr. Armando Komeku
Moderador
Moderador

Mensagens : 4242
Data de inscrição : 21/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Allexia Rizzon e Marie Flora

Mensagem  nausea em Sex Set 19, 2014 3:12 am

Lamentável o que aconteceu hoje com ela e a Marie, às vezes parecemos que estamos na Idade Média, Brasília é extremamente provinciana. Espero que elas estejam bem.


http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2014/09/transexuais-sao-expulsas-de-banheiro-feminino-de-shopping-do-df.html

nausea
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 22
Data de inscrição : 06/03/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Mensagem  Dr. Armando Komeku em Sex Set 19, 2014 11:10 am

seta  "Uma mulher olhou para a gente com a cara meio que ruim e saiu. Aí, quando a gente ainda estava dentro do banheiro, dois seguranças entraram e disseram que receberam a denúncia de que havia homens usando o banheiro feminino. Veio um monte de cliente e de funcionário rindo, apontando”, conta Marie Flora.

A mulher, que motivou essa situação constrangedora,  confusao deveria ouvir "umas verdades" para reavaliar seus conceitos discriminatórios ultrapassados...  evil

Sem dúvida, a Administração do shopping é a responsável pelo ocorrido. evil

_________________
Procurando sempre tratar as pessoas com respeito e consideração.
avatar
Dr. Armando Komeku
Moderador
Moderador

Mensagens : 4242
Data de inscrição : 21/02/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Mensagem  gushenriq em Sex Set 19, 2014 2:03 pm

É claro que a mulher que chamou os seguranças fez isso por inveja da beleza das duas , pois as duas são lindas :nada:
avatar
gushenriq
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 39
Data de inscrição : 13/08/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Mensagem  Pablo Gonzalez em Sex Set 19, 2014 2:27 pm

Também acho que foi por inveja das duas bonecas bonitas.

Deve ser aquele tipo de mulher que não vê uma piroca de perto há muito tempo, somente se consola vendo sites de homens pelados e fica com raiva dela mesma.

Viva México!

Pablo Gonzalez
avatar
Pablo Gonzalez
T-lover Graduado
T-lover Graduado

Mensagens : 149
Data de inscrição : 07/09/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Marie Flora

Mensagem  LoW em Sex Set 19, 2014 3:46 pm

Segue link da reportagem:
http://g1.globo.com/...

Marie uma pena isso ter acontecido a você. Eu mesmo já te vi rondando ali no shopping e vc é linda e não merecia isso.

Beijo gata glasss
avatar
LoW
T-lover Graduado
T-lover Graduado

Mensagens : 67
Data de inscrição : 02/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Mensagem  MaxKisser em Sex Set 19, 2014 8:25 pm

O motivo? Simplesmente inveja!!! Processem esses FDP!!!!
avatar
MaxKisser
T-lover Graduado
T-lover Graduado

Mensagens : 95
Data de inscrição : 25/08/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Mensagem  jessica3781 em Qui Dez 18, 2014 11:22 am

Já me barraram no banheiro feminino algumas vezes .hj em dia nem ensisto, também já me barraram de usar o banheiro masculino no pátio brasil pela brigada ,seguranças e funcionários da limpeza que na hora tava todos ali por perto e o pessoal da limpeza dizendo que os homens  que estavam dentro do banheiro não iriam se sentir a vontade com a minha presença.Eu me sinto mais a vontade entrando no banheiro masculino acho que foi pelo habito mas hj em dia só uso da minha casa .Ma já fui internada no hospital São Vicente de Paula e eles me colocaram na ala feminina, foi nesse ano depois da copa fiquei uma semana ai não teve jeito né .Na hora de tomar banho ficava uma assistente na porta pra nenhuma interna entrar pois a porta só encosta não tranca justamente pra não ter problema das internas brigarem e se trancarem no banheiro , já pensou ela me virem sem roupa la dentro ? kkkkkkk ai q medo....
avatar
jessica3781
Boneca Charmosa

Mensagens : 23
Data de inscrição : 14/12/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Transexuais são expulsas de banheiro feminino de shopping do DF

Mensagem  maquinazero em Dom Ago 09, 2015 1:31 am

Ignorância e preconceito. Desse jeito a trans não pode ir em banheiro algum.
avatar
maquinazero
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 15
Data de inscrição : 22/11/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Outro caso sobre uso do Banheiro Feminino

Mensagem  Barack Gama em Dom Ago 09, 2015 3:12 pm

Aos 17 anos, ele virou ela e agora luta pelo direito de usar o banheiro feminino

Ângela Kempfer

Vamos a uma daquelas histórias repetidas, que poderiam ser resolvidas sem traumas, mas por conta das convenções ganha um valor enorme na vida de algumas pessoas. Resumidamente, há um ano Pablo virou Nell Isabelle e agora quer ser tratada como tal.

Os pedidos são simples, ser chamada pelo nome de menina na escola e poder usar o banheiro feminino no colégio Joaquim Murtinho, em Campo Grande (Mato Grosso do Sul). Antes de tentar, pediu autorização, mas a resposta foi “não”.

“Disseram que eu poderia constranger alguém se usasse o banheiro feminino. Isso me foi dito pela Direção. Preciso de documentos mostrando que me chamo Isabelle para ser chamada de Isabelle e preciso que os documentos constem ‘feminino’ para usar o banheiro”, conta.



Na hora da chamada, apenas quatro professores utilizam o nome social de Nell. “Hoje, ao conversar com uma professora, ela concordou em me chamar pelo meu número”, conta considerando uma evolução. Isso significa que no momento de Nell Isabelle, a professora dirá apenas “26” e o rapaz que virou moça passou a ser um número.

Com as colegas, a situação é mais tranquila, pelo menos entre as meninas, ninguém parece incomodada, garante. “Começamos as aulas semana passada, hoje uma garota veio puxar assunto comigo no intervalo e me apresentar para mais duas outras garotas da nossa sala.”

No ano passado, aos 17 anos, já havia tentado estudar, mas era tão difícil aceitar ser chamada como homem que desistiu. “Até março do ano passado eu me vestia como menino e vivia isolado. Quando me assumi, desisti de estudar”.

Esse é o maior problema para quem resolveu ser transgênero, diz a presidente da Associação de Travestis de Mato Grosso do Sul, Chris Steffany. “Tem muita menina que desiste, deixa de estudar porque é muito constrangedor. Elas têm uma identidade que não é respeitada”, reclama.

Não há uma lei específica sobre o uso do nome social ou do banheiro. Apenas uma Comunicação Interna foi expedida há alguns anos, orientando diretores a respeitarem as solicitações das travestis matriculadas. “Mas a secretaria nunca teve pulso firme para cobrar isso”, avalia Chris.

A presidente conta que, por meio da Associação, 20 pessoas de uma vez entraram com pedido judicial de mudança de nome na Carteira de Identidade, para evitar constrangimento. Mas mesmo quem não tomou essa atitude merece respeito, cobra Chris.

“Há uma lei estadual que impede qualquer constrangimento à travesti, sob pena de multa administrativa para funcionários públicos e até afastamento. Quem for constrangida, deve procurar o Ministério Público”, recomenda.

Esquecer Pablo para assumir Nell demorou um tempo. “Eu tinha sandálias, há 1 ano e meio utilizava somente calcinha, havia abolido as cuecas de minha vida. Desde o dia 9 de janeiro de 2012 estava fazendo uso de hormônios”.

Três meses depois resolveu falar sobre sua decisão aos avós, com quem morava junto do pai. “Então me assumi numa noite de sexta-feira para meus avós. Eles disseram que me amavam e que nada ia mudar. Pensei ter recebido certa aprovação, falsa aprovação. Meu pai já sabia parcialmente da situação e provavelmente meus avós intimaram ele a se mudar. Tínhamos casa própria, mas estava alugada. Da noite pro dia, cheguei em casa e meu pai disse que iríamos para nossa casa. Nos expulsaram por minha condição”, lamenta.

O “batismo” como Isabelle é uma adaptação a Isabella, diz Nell. “Nome que minha mãe me daria se eu fosse menina. Detalhe: ela não demonstra aceitar a situação. Meu pai me trata no masculino, mesmo eu sendo uma 'garota', mas ele me respeita...quando todos disseram não, ele me acolheu para que eu não fosse pras ruas...”.

Na sexta-feira passada, Nell foi ao Fórum buscar informações sobre os procedimentos em relação à postura da escola Joaquim Murtinho. “Mas fui informada que tenho de procurar a Defensoria Pública que só funciona de segunda a quinta.”

Hoje, ela escreveu uma solicitação em tom formal que esperava entregar à diretoria da escola, pedindo oficialmente o uso do nome social e do banheiro feminino, mas nenhum funcionário aceitou registrar o documento. “Quando pararem de olhar a vida dos outros, se darão conta de seus problemas”, resume Nell.

Na escola estadual Joaquim Murtinho, o diretor não foi encontrado para falar sobre o assunto.

Fonte: http://www.campograndenews.com.br/lado-b/comportamento-23-08-2011-08/aos-17-anos-ele-virou-ela-e-agora-luta-pelo-direito-de-usar-o-banheiro-feminino
avatar
Barack Gama
Bonequeiro
Bonequeiro

Mensagens : 357
Data de inscrição : 16/05/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum