Meu Perfil
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens
Parceria
Acompanhantes Brasilia Travestis

MegaTopsBrasil

Travestis RJ - Rio de Janeiro
ACESSO RÁPIDO
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Votação

Conheci o TRANSGRESSÃO através de:

35% 35% [ 83 ]
39% 39% [ 94 ]
8% 8% [ 18 ]
5% 5% [ 11 ]
0% 0% [ 1 ]
9% 9% [ 22 ]
4% 4% [ 10 ]

Total dos votos : 239


Minha primeira transa com boneca de programa

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  Convidad em Sex Jul 15, 2011 7:12 am

conte ai galera qual foi sua primeira boneca e como foi?

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  Raudex em Sex Jul 15, 2011 9:45 am

Um dia desses eu estava tentando me lembrar, mas não consegui.
Lembro que tinha 18 anos e passava de carro no SCS, então parei em uma boneca bem bonita, pensava que era mulher e então ela sempre pegava no meu pau, isso me deixava louco de tesão, então só passava lá para ela pegar no meu pau hehehe até que fui desconfiando aos poucos, mas não me lembro com quem sai na minha primeira vez.
Agora, a primeira vez que fui passivo eu lembro, foi com a Michelle morena, ela era uma Deusa, bonita, GG, peitão, cabelão, adorava aquela boneca, sempre saia com ela, viciei.
Pena que hoje em dia ela está destruída pela cocaina e crack. Sad Sad
Tinha umas fotos dela no meu pc, mas formatei e perdi, se alguém tiver, por favor, me mande essas relíquias

Abs
avatar
Raudex
Bonequeiro Gold
Bonequeiro Gold

Mensagens : 1161
Data de inscrição : 28/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  Convidad em Sex Jul 15, 2011 11:28 am

poxa bacna sua primeira ve\, eu sempre tiveee essa vontade ate q um dia eu fui na fabia q foi no scs e peguei uma boneca morena linda alta tudo de bom, ai fomos para o parque da cidade e roloooo lá mesmo detro do carro muito bom..

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  gato_df em Sab Jul 16, 2011 2:53 pm

minha primeira vez, foi com a alessandra no SCS...sempre dava uma volta de carro por ali, mais quando eu vi aquela loira gigante toda gostosa não aguentei.....peguei ela e fomos lá pro setor e autarquias, depois dela vicieiiii rsrsrsr foi muito bom

gato_df
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 15
Data de inscrição : 01/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Talita Venturini

Mensagem  noturnobidf em Sab Jul 16, 2011 3:09 pm

minha primeira vez foi com a Talita Venturini. Isso foi por volta do ano 2000. Ela era uma loira muito gostosa e atendia na 710/11 norte. Ai que saudades... Alguem tem informações dela?

noturnobidf
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 23
Data de inscrição : 14/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  Dr. Dree em Sab Jul 16, 2011 3:13 pm

gato_df escreveu:minha primeira vez, foi com a alessandra no SCS...sempre dava uma volta de carro por ali, mais quando eu vi aquela loira gigante toda gostosa não aguentei.....peguei ela e fomos lá pro setor e autarquias, depois dela vicieiiii rsrsrsr foi muito bom

Cara, estreou bem em? :lol:
Aquela ali para iniciante é perfeita...

_________________
Saudações

Dr. Dree
avatar
Dr. Dree
Administrador
Administrador

Mensagens : 1075
Data de inscrição : 26/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  gato_df em Sab Jul 16, 2011 3:37 pm

dei muita sorte! pois é ela é uma loira muito gostosa e paciente e cheia de tesão ela é grandona, seios e bunda grande, alta e mora hj na candogolandia eu acho

gato_df
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 15
Data de inscrição : 01/02/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

OI

Mensagem  Brenda Candanga em Sab Jul 16, 2011 3:54 pm

ADRIANA GALISTEU, A LOIRA
avatar
Brenda Candanga
Boneca Charmosa

Mensagens : 173
Data de inscrição : 15/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  Raudex em Sab Jul 16, 2011 4:24 pm

avatar
Raudex
Bonequeiro Gold
Bonequeiro Gold

Mensagens : 1161
Data de inscrição : 28/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  R Yahe em Ter Set 13, 2011 10:32 pm

Minha primeira vez foi com a mIckelly Cherri no ambiente dela na 108n antes de viajar p/ Europa. Lembro que me atendeu com uma roupa de oncinha... mamei gostoso aquele cacete...
Gozamos juntos, ela sentada em cima de mim roçando a rola na minha barriga... nossa escorreu tanto que deu vontade de cair de boca naquela rola... mas fiquei receoso e vi que não podia fazer aquilo hehe...
avatar
R Yahe
T-lover Graduado
T-lover Graduado

Mensagens : 59
Data de inscrição : 13/04/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Primeira TS

Mensagem  renatodurden em Dom Fev 26, 2012 10:15 pm

poxa, minha primeira vez foi bom demais adorei, foi com a fábia costa, amor de pessoa pena q o local era bem ruim, mas foi bom no inicio era pra eu ser so ativo, mas ela me conquistou haha, dei pra ela e q rola gostosa, bem roliça e grossa, meio dificil de entrar mas de boas foi uma beleza super recomendo qd ela voltar
avatar
renatodurden
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 15
Data de inscrição : 27/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  KANON em Seg Fev 27, 2012 4:56 am

Minha primeira foi a Luanna Brune!!!

Oremossss!!!!
avatar
KANON
T-lover Graduado
T-lover Graduado

Mensagens : 95
Data de inscrição : 31/01/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  mascarado_bsb em Seg Fev 27, 2012 7:09 am

A minha primeira foi a Alessandra do SCS, há um bom tempo atras.

Gostosissima! Twisted Evil
avatar
mascarado_bsb
Bonequeiro
Bonequeiro

Mensagens : 324
Data de inscrição : 05/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Minha primeira vez na vida

Mensagem  Velasco Alvarado em Ter Fev 28, 2012 7:34 am

Sempre fui uma espécie de lobo solitário na atração e sedução das nossas musas. Tinha medo do olhar social, da sacanagem dos colegas. Portanto, a "caça" às musas sempre foi uma busca individual, apesar de minha primeira t-gata ter sido mostrada por um colega. Desde que me entendo por homem, sinto atração pelas travestis. Isso surgiu lá pelos meus 11 anos, nas fotos do "Baile dos Enxutos" que a "Fatos & Fotos" publicava. Estou falando dos idos de 1976, quando muitos sequer haviam nascido. Tempos de Rogéria e Valéria...
Depois, caiu em minhas mãos a primeira revista erótica com uma travesti. Era uma daquelas suecas. A travesti era um morena peituda, linda, mas que não sorria. Gostosamente séria... Eu morava no subúrbio do Rio, mas, graças a Deus, em 1983 aportei em Copacabana, à época um paraíso para quem gostava das nossas musas. Era a época do boom da Roberta Close, cuja revista (“Close”) eu tinha e gastava nos banheiros da vida. Mas cadê a coragem? Era zero. Preconceituoso, achava que havia dois sexos apenas e que o terceiro era coisa de “viado”. Bobalhão. Iria em breve descobrir que o mundo não era bem assim.
Foi graças a meu amigo que comecei a me aproximar do mundo trans. Uma noite, rodando a esmo pela zona sul, ele me mandou tocar para Ipanema, no quadrilátero fatal: Garcia Dávila, Aníbal de Mendonça, Prudente de Moraes e Visconde de Pirajá. Ali, naquela época, as musas exibiam seus corpos esculturais e ofereciam sexo diferente a quem quisesse pagar por isso, para desespero de quem morava na área. E curtir seus corpos custava caro.
Foi com meu amigo do lado que bati o primeiro papo com Denise, minha primeira musa. Morena, linda e dona de um corpo escultural, ela preferia a Visconde, perto de uma banca de jornais, e a Garcia. Flanava por ali e entrava e saía de carros a noite toda. Conversamos, os três, de pé, com meu carro estacionado na esquina. Senti firmeza na guria. Se eu começasse nisso, seria com ela. Mas sem meu amigo. Queria aquele corpão só para o meu prazer.
Dias depois daquele papo, e já sabendo quantos cruzeiros iria custar aquela chupadinha no meu pau (era o máximo que eu iria me permitir), voltei à Visconde. Dei sorte. Ela estava por lá. O acerto foi rápido. Em segundos, ela estava no banco do carona do meu Chevette 1978. Meu coração batia forte. Enquanto o Chevette voava rumo ao estacionamento do Clube Piraquê, na Lagoa, eu suava frio. Sabendo que era a minha estréia, Denise resolveu me tranquilizar. Na altura do Corte do Cantagalo, baixou a cabeça rumo a meu colo, abriu a bermuda que eu usava e sacou minha pica, começando ali mesmo o serviço. Mal eu sabia que chupar piroca com o carro em movimento era uma de suas fantasias – e o caminho para sua perdição.
Não sei como não bati com o carro ao sentir aquela boca experiente descendo e subindo com gosto no meu pau de 18 anos de idade. Sei que amei aquela sensação, que namorada nenhuma tinha me dado até então. Garotas como eu, inexperientes como eu, não sabiam como chupar. Denise sabia tudo. Era essa a diferença.
Consegui chegar ao Piraquê nem sei como. Ali, ela continuou aquela chupada maravilhosa, molhada, com aquele barulhinho que só as travestis sabem fazer quando chupam, entremeado por gemidos. Gozei relativamente rápido, inundando a boca da minha musa com muita P.... Nem é preciso dizer que, em 1983, camisinha era peça em desuso no vestuário sexual. Denise represou a P... na boca e tentou abrir a janela para cuspir. Como o Chevette já tinha cinco anos de uso, estava quebrada. Teve de abrir a porta mesmo, para despejar meu néctar de piroca no chão do estacionamento. Rimos bastante do contratempo, conversamos um tempo e regressei à pista. Ela amou saber que estava iniciando um transvirgem. E que eu iria voltar para comer seu cuzinho.
Demorou um tempo para que isso ocorresse. A grana era curta e entre pagar para trepar (mesmo com quem sabia tudo) e gastar no motel com minha namoradinha da época, a escolha era óbvia. Com o fim do namoro, sobrou um troco. E parti para saber como se come um cu de verdade. No dia em que calhou de vê-la com dinheiro e carro, não teve jeito. Fiz ela saltar para dentro do Chevette e rumei para o Pìraquê. Era domingo, mais ou menos umas 8 da noite, e ali iria comer um rabo de verdade, de alguém que não ia reclamar, nem dizer que era “errado”, mas iria curtir.
Denise estava toda queimada de praia, e a operação de comer seu cu no estacionamento, no banco da frente do Chevette, foi complicada. Meu pau, porém, não queria saber de complicação: ficou apontado para o teto o tempo todo. Com a ajuda de um bocado de Vasenol (creme para as mãos que ela usava para lubrificar o rabo), em segundos minha pica deslizava no seu cu profundo. Eu estava comendo a bunda de uma travesti gostosa pela primeira vez na vida.
Devo ter demorado pelo menos uns dez minutos para gozar, o que foi bom, já que o velhinho que cuidava do estacionamento do Piraquê veio conferir aquele sobe e desce da minha bunda branca no banco do carona. Gozei horrores no cu de minha musa. No couro. Era 1984. Época de risco total. Afinal, na cabeça do moleque que eu era, Aids era coisa de gay americano, e eu tava transando com uma mulher diferente, apenas. O que não deixa de ser verdade (a parte da mulher diferente, não a de que Aids é coisa de gay americano. Aids não vê sexo, religião, gosto, pais... Aids mata).
A passagem de Denise em minha vida foi marcante. Transamos mais três vezes, entre meus dois namoros sérios. Com ela fui ao meu primeiro pulgueiro, em Copacabana, cujos quartos ficavam no alto de uma escadaria. Ali eu a a enrabei ao som de “You’ve got a friend”, logo depois do Rock in Rio I. Também foi com ela que estive no primeiro privê da vida, logo após o Brasil ganhar da Espanha pela Copa de 1986. Uma tarde inesquecível, pois passamos quase uma hora transando, entre lençóis macios da casa que ela dividia com uma amiga e o namorado dela, um sujeito muito legal, com quem conversei enquanto ela aprontava o quarto. Tudo, repito, sem camisinha, naqueles anos muito loucos.
Quando estava noivo de minha primeira esposa, em 1987, encontrei Denise outra vez, em Ipanema, já pelos lados da Barão da Torre. E tive um choque: seu rosto estava desfigurado por um acidente de carro, que aconteceu com ela fazendo uma chupeta num cliente na subida da Niemeyer. O rapaz não conseguiu parar e entrou com o carro na traseira de um ônibus. Os dois se machucaram bastante, mas sobreviveram.
Uns tempos depois, soube que ela mudara para Petrópolis, onde vivia sua família. Segundo uma outra boneca (como as chamávamos na época), ela tentou uma cirurgia plástica que não deu certo e voltou a ser cabeleireira. Nunca mais soube dela.
Neste período entre 1983 e 1987, transei com várias outras travestis, sempre em encontros únicos. Rolava apenas tesão e pronto. Tudo sem camisinha, uma loucura completa. Neste período também tive dois noivados e um casamento, o que me tirava tempo para as escapulidas.
Denise foi a primeira musa, da qual guardo boas lembranças. Mas outras se seguiram.
avatar
Velasco Alvarado
Moderador
Moderador

Mensagens : 487
Data de inscrição : 03/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

A primeira de Brasília

Mensagem  Velasco Alvarado em Ter Fev 28, 2012 7:42 am

Em Brasília, no ano 2000, decidi ir à luta e conhecer as travestis daqui no único lugar que conhecia: o Setor Comercial Sul. Passei muitas noites por ali antes de me decidir quem seria a moça.... Não demorou muito para escolher a Alessandra. Loura, alta e dona de um rabo interminável, Alessandra tinha um corpaço. A bunda dela, metida numa saia branca justa, me convenceu que eu iria me acabar ali.
Perguntei preço e onde seria o motel no qual iria comer sua bunda. Partimos, então, para o Fantasy. No quarto, Alessandra foi a fêmea sonhada. Chupou meu pau com uma fome enorme e deixou aquele bundão imenso à mostra, para que eu a desejasse mais. Com tesão represado de quase uma década (fiquei nove anos sem comer uma travesti), pedi para comer o cu da minha nova musa. Ela vestiu meu pau com uma camisinha, passou KY no cu e pediu: “mete”.
Meti. E nem cheguei a me mexer. Gozei imediatamente. Tesão puro. Ainda tentei tirar para segurar, mas já era tarde: a camisinha estava lotada de P.... Pensei com meus botões: “puta merda, me fodi. Agora ela vai se vestir e acabou tudo”. Que nada... A menina ficou encantada por ainda véu meu pau pulsando e despejando P... na camisinha. E propôs uma segunda... Pedi para dar um tempo, já que àquela altura da vida eu somava mais de 35 primaveras. A passagem do primeiro para o segundo tempo era mais lenta.
Ela tomou um refrigerante enquanto eu tomava uma ducha e voltava para a cama. Ao ver aquele bundão, meu pau se assanhou. Ela não se fez de rogada e caiu de boca. Em poucos instantes, o pau estava duro outra vez. Aí eu sabia que a coisa iria ficar boa. Alessandra vestiu outra camisinha, empinou aquele rabo interminável e pediu para que eu metesse outra vez. De pé ao lado da cama, meti meu caralho nela. O bicho escorregou fácil naquele cuzão acostumado. O vaivém foi lento no começo, mas logo subi na cama e, engatado naquele traseiro, a abracei por trás e comecei a meter igual a um doido... Ela gemia, mordia o lábio, pedia mais... Eu, claro, bombava com força, igual a um alucinado, sabendo que iria demorar um pouco para derramar meu leite de pica nela...
Nem demorou tanto assim, talvez uns dez minutos ou 15... Começamos a ficar suados e ela pediu para que eu gozasse em seu cu. Aumentei o ritmo das estocadas e dali a pouco estava recheando outra camisinha com P.... Caí de lado, satisfeito.
Eu e Alessandra saímos por quase três anos. Clientela fiel mesmo. Se ela estivesse no ponto, era com ela que eu iria sair. No começo, o entrosamento na cama era o máximo. Ela sabia que eu iria passar sempre às sextas. Uma vez ela me disse que gostava de dar para mim. “Adoro quando você é o primeiro homem da noite a me comer”.
Eu não era 100% fiel. As noites em que ela não estava no ponto, catava uma morena linda chamada Rafaela, que morreu com um tiro no rosto, dado por um moleque de 17 anos. Rafa era servente de um colégio e foi vítima de homofobia. Ou então uma loura chamada Brenda, que adorava me por deitado na cama e sentar no meu pau até eu gozar, enquanto tomava uma cerveja. Essa também foi assassinada, pelo que soube...
Mas Alessandra era minha escolha natural. Se ela estivesse lá, meu carro já parava ao lado dela no automático. Gostávamos de foder. Em várias ocasiões, eu dizia a ela: “hoje vou te comer em todas as posições possíveis”. Ela já se animava... dava de quatro, de ladinho, sentava no meu caralho, dava em pé, fodíamos embaixo do chuveiro...
Mas tudo que é bom acaba...
Um dia, passei no ponto e ela não estava. Perguntei a uma amiga dela, que me informou que ela fora fazer um programa. Eu tinha pouco tempo e resolvi sair com a amiga dela, a Fernanda Piu-piu. Ela soube. Nada falou. A partir daí, o sexo entre a gente foi esfriando... Ela já não vibrava tanto e um dia ligou a TV e ficou assistindo enquanto eu a comia. Desisiti. Nunca mais saímos. Até a encontrei e ela me chamou para sair. Mas não rolou mais.... Mas nunca a esqueci. Foi uma mina marcante. Foi a minha primeira em Brasília. Muitas outras viriam na esteira.
avatar
Velasco Alvarado
Moderador
Moderador

Mensagens : 487
Data de inscrição : 03/03/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  Raudex em Ter Fev 28, 2012 7:50 pm

show aplause
ela é mesmo uma delicia

_________________
eeeeee tú quer beber?  brind
abraço do amigo Raudex
avatar
Raudex
Bonequeiro Gold
Bonequeiro Gold

Mensagens : 1161
Data de inscrição : 28/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  mohamed em Qui Mar 01, 2012 2:19 pm

primeira experiência foi só um boqueteque ganhei de graça kkkkkkk no centro de taguá(em2010)
segunda vez foi com uma boneca foi com a Camila, uma loira q fiquei ja umas 2 vzs, em tagua tb.) ai rolou de tudo(ativo)
3ª com a nicole conhecida aqi do blog.

ai por diante e com várias aventuras :)

abraçs
avatar
mohamed
T-lover Estagiário
T-lover Estagiário

Mensagens : 37
Data de inscrição : 22/10/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  mrtlover em Qui Ago 16, 2012 10:02 pm

A minha primeira foi lá por 2001 ou 2002, mais ou menos. Foi em Porto Alegre.

Não faço idéia do nome dela. Há tempos estava na fissura por uma tgata e passava por uma avenida de lá repleta de tgatas gostosas e ficava doido com aquilo. Num belo dia, decidi arriscar.

Parei na primeira gostosa que vi, perguntei quanto era o programa e fomos para uma rua deserta bem escura. Ficamos lá no meu golzinho ano 1999 mesmo. PQP... fiquei doidão, de pau muito duro com aquela bunda na minha frente.

Primeiro, eu a chupei bastante (ela tinha o pau pequeno, mas sem problema) e depois ela me chupou forte. Sentou no meu colo e o pau entrou nela bem suavemente. Ela começou a me cavalgar e logo já fiquei louco pra gozar. Ela ficou se masturbando em cima de mim e, ao mesmo tempo que gozei dentro dela, ela gozou no meu peito. O delícia.

Dali em diante, não parei mais, apesar de já fazer um bom tempo que não saio com uma tgata.

mrtlover
T-lover Graduado
T-lover Graduado

Mensagens : 89
Data de inscrição : 29/09/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

primeira boneca

Mensagem  Garotosimpatico em Sab Set 15, 2012 10:53 pm

A minha primeira vez com uma boneca Ocorreu em Outubro de 2010, precisamente no segundo dia que recebi minha mesada.
Nunca tinha ficado com uma, até aquele momento.
Entretanto, assistia uns vídeos de travestis. Até que, vendo um vídeo do Marcos Frota com uma boneca, pensei: se ele (que é hétero) ficou com uma boneca, por que não posso ficar?
Busquei uma no jornal. anotei o telefone de uma, liguei para a mesma, mas não tive coragem. Ainda neste mesmo dia, no Correio, encontrei uma tal de Bruna (com o mesmo nome de uma menina que gostava). No mesmo dia, liguei para ela e marcamos de nos ver. Aquela tarde era um mormaço e o pior de tudo, o lugar era longe. mesmo assim, não "arreguei". cheguei lá e, nervoso, fiz um sinal da cruz antes de entrar (pensava que ela ia me enrabar). Quando ela abriu a porta, ficou assustada.
"Por que você está fazendo o sinal da cruz, menino?"
"pensei que aqui era perigoso", respondi-a muito nervoso e, meio gago.
Antes disso, havia sonhado com este local e que estava fazendo sexo com ela.
Ela abriu a porta e, a partir daí, tratei-a como uma mulher. continuava nervoso.
Naquela hora, ela tirou o vestido e, concomitantemente, comecei a tirar a roupa. quando tirei aquela calcinha, fiquei com mais tesão e curioso, pois nunca tinha comido um cú antes. antes de colocar o garoto naquele cuzinho, ela acabara de apanhar um vidro de creme e começou a colocar na camisinha e no cú. Naquela hora, percebi que comer um cú era como comer uma vagina. daí em diante, passei a ir mais.
avatar
Garotosimpatico
T-lover Calouro
T-lover Calouro

Mensagens : 1
Data de inscrição : 14/09/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dricka

Mensagem  Dricka Araujo em Dom Set 16, 2012 5:40 am

Minha primeira trans foi a Juliana alves....fui pra boate e ficamos la pra mim foi uma coisa diferente,ai ficamos ficamos ate que um dia resolvemos ir pro fither eu comi aquele cuzinho gostoso...e hoje to ai na ativa kkkk bjo
avatar
Dricka Araujo
Boneca Charmosa

Mensagens : 493
Data de inscrição : 19/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Minha primeira vez!!!

Mensagem  agronomobsb em Seg Set 17, 2012 2:05 pm

Minha primeira vez foi inesquecivel, sai da casa de uns amigos e fui para a coca-cola, pois passava sempre ali e via as gatas. Mais nunca tive coragem de parar nem para conversar!!!
Por ser casado morria de medo de acontecer alguma coisa; Dai um dia passando vi uma coisa linda e gostosa de vestidinho ali nas proximidades do balão da Francap, dei mais uma volta e parei, ela foi super educada comigo, combinamos o programa e fomos até a pousada, lá falei que era minha primeira vez e que eu era ativo, ela disse que não tinha problema, então ela começou a me chupar magnificamente, quase fiquei louco, depois virei ela de 4 e comecei a chupar aquele cuzinho lindo, depois coloquei devagarinho e fui bombando até ela relaxar, mudamos de possição e peguei ela de frango assado ai metia e chupava os peitinhos dela, que na epoca eram pequenos, ai logo gozei foi uma delicia...
Essa Deusa da luxuria foi a Dricka!!!!
Que delicia!!! Abração Dricka, saudades!!!
avatar
agronomobsb
T-lover Calouro
T-lover Calouro

Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/09/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dricka

Mensagem  Dricka Araujo em Ter Set 18, 2012 8:46 am

Comigo nossa que honra hien espero que tenha gostado...mais nao me lembro de vc bb?

aparece la pra gente relembra os velhos momentos...nossa nao tinha nem seios ainda..entao faz um tempao ne...bjo lindo
avatar
Dricka Araujo
Boneca Charmosa

Mensagens : 493
Data de inscrição : 19/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  Convidado em Ter Set 18, 2012 8:58 am

Flashback é sempre bommm!!! :veio:

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Minha primeira transa com boneca de programa

Mensagem  agronomobsb em Ter Set 18, 2012 11:07 am

Dricka boneka df escreveu:Comigo nossa que honra hien espero que tenha gostado...mais nao me lembro de vc bb?

aparece la pra gente relembra os velhos momentos...nossa nao tinha nem seios ainda..entao faz um tempao ne...bjo lindo

Tem mais foi muito bom ainda lembro qualquer dia eu vou lá te ver!!!
avatar
agronomobsb
T-lover Calouro
T-lover Calouro

Mensagens : 8
Data de inscrição : 11/09/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Dricka

Mensagem  Dricka Araujo em Ter Set 18, 2012 11:20 am

Vou esta la esperando bb;;;
avatar
Dricka Araujo
Boneca Charmosa

Mensagens : 493
Data de inscrição : 19/07/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum